Notícias

Exposição - "Esperança"



Presépio de Caruarú - Zé Caboclo
Século: XX - Barro cozido policromado - Caruarú, PE




O Museu de Arte Sacra de São PauloMAS/SP, instituição da Secretaria da Cultura do Estado, exibe "Esperança", sob curadoria de Sergio Zobaran e com participação de 25 convidados, entre jornalistas, arquitetos e designers de interiores. Exposição que tradicionalmente encerra a programação anual do MAS/SP, são exibidos 24 presépios de diferentes origens, procedências, épocas, materiais e estilos, montados a partir de peças do acervo do museu. A proposta curatorial envolve o olhar para o futuro, representado pela esperança, exibindo objetos desta arte religiosa que perdura por séculos e que simboliza o nascimento de Jesus.

Ao unir convidados com diferentes crenças, histórias e tradições, um traço de extrema delicadeza permeia a mostra "Esperança", recriando essas informações emotivas em presépios que podem ser considerados verdadeiras obras de arte. Em exibição, peças de nacionalidades e épocas distintas, feitos a partir de diferentes materiais como argila, madeira, papel, tecido, barro cozido, aniagem e outros. A mostra é o resultado de um esforço coletivo, onde cada convidado abre seu coração e representa uma história universal do nascimento de Jesus. "Foi um trabalho de equipe que envolveu por um mês cerca de cinquenta pessoas, entre a diretoria do museu, seus museólogos e técnicos, sua assessoria de comunicação e as empresas apoiadoras, além dos padrinhos convidados", comenta o curador Sergio Zobaran.

Nesta nova mostra de presépios do MAS/SP, cada convidado foi solicitado a descrever, através de palavras, sensações que carregassem o significado desta palavra tão condizente com a data natalícia, e com nossos anseios humanos - 'esperança'. "O que recebemos de volta deste grupo de pessoas amigas que aderiram à nossa causa (...), independentemente de seus credos ou religiões, foi coerente: através deles, e de seus pensamentos e textos, constatamos que a esperança está mesmo intimamente ligada à família, ao amor e à fé. É neste sentido que queremos a sua atenção para cada um dos presépios em exposição, pois neles estão contidas todas as nossas esperanças", conclui o curador.

Para o Museu de Arte Sacra de São Paulo, esta exposição é uma forma de propagar os ensinamentos de Jesus, que durante sua vida procurou divulgar a mais bela e eficaz Doutrina contra o domínio dos mais ricos e fortes sobre milhões de desvalidos e desamparados. Nas palavras de José Carlos Marçal de Barros, diretor executivo do museu: "O MAS/SP, neste ano de 2017, solicitou ao Curador Sérgio Zobaran que se encarregasse da exibição de vários presépios do acervo do museu, 'apadrinhados' por representantes de vários segmentos ligados às Artes e à Cultura, para uma mostra denominada “ESPERANÇA”, porque, novamente, atravessamos um período sem paz, e sem justiça social. Que o Natal nos alimente de mais fé, esperança e amor".

Paralelamente a esta exposição, "Os Artesãos e seus Presépios" entra em cartaz na Sala MAS - Metrô Tiradentes, em parceria com a Subsecretaria do Trabalho Artesanal nas Comunidades - SUTACO, com curadoria de Marlene Augusta dos Santos. Feitos por 15 artesãos da capital paulista e do interior do Estado, são expostos 21 presépios únicos e manufaturados em diversos materiais e suportes - desde palha de milho até os mais tradicionais de barro e madeira.


Presépios
O termo deriva do latim praesaepe, que significa o local para onde o gado é recolhido, estrebaria, curral, estábulo. Na cultura cristã, é uma referência ao nascimento de Jesus - o local e os personagens bíblicos presentes naquele momento. De acordo com a Bíblia, São José e a Virgem Maria estavam em uma viagem, por motivo de recenseamento da Galileia, quando pararam para pernoitar nos arredores de Belém.

Conta a história que Jesus nasceu em uma manjedoura e imediatamente foi visitado por pastores da região, que haviam sido avisados por um anjo. Os animais representam a simplicidade do local. O boi remete a bondade, a força pacífica. O burro, a humildade. Logo em seguida, chegam os Três Reis Magos, vindos do Oriente, guiados por uma estrela, trazendo ouro, incenso e mirra para presentear a criança. Gaspar, Baltazar e Belchior; eram considerados sábios e simbolizam as diferentes raças, representando a universalidade.

Historicamente, temos que o primeiro presépio foi montado por São Francisco de Assis, no Natal de 1223. O frade organizou e encenou o presépio na floresta de Greccio (comuna italiana da região do Lácio). Sua intenção foi a de explicar às pessoas mais simples o significado de como foi o nascimento de Jesus Cristo. A partir do século XVIII, a tradição de montar o presépio dentro das casas das famílias, se popularizou pela Europa e, logo em seguida, por outras regiões do mundo.



"Esperança"
Convidados: Adriana Bianchi, Ana Maria Vieira Santos, Arnaldo Danemberg, Artur de Andrade, Beth Santos, Cecilia Neves, Cecilia Tomanik, Deny Barbosa, Eliana Sanches, Eva Bichucher, Helena Pacheco Fernandes, Helô Botelho Caparica, Juliana Vasconcellos, Lavinia Aires, Luciana Gianella, Luciano Dalla Marta, Maria di Pace, Maximiliano Crovato, Olivia Vianna, Paula de Lima Azevedo, Rita Valladares, Sofia Souza Aranha, Suzana Schermann, Tuza Cury e Ugo di Pace
Curadoria: Sergio Zobaran
Período: 03 de dezembro de 2017 a 06 de janeiro de 2018
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo - Avenida Tiradentes, 676 - Luz - São Paulo (ao lado da estação Tiradentes do Metrô)
Horário: terça a domingo – 9h às 17h (bilheteria das 9h às 16h30)
Informações: (11) 3326-5393 - agendamento / educativo para visitas monitoradas
www.museuartesacra.org.br





BANNER

BANNER



BANNER

BANNER

Leilões

Aguardando nova data...


Desenvolvido por Absoluta Internet - Tel. (21) 2513-3735 - leonardo@investarte.com